Nova modalidade permitirá que usuários possam realizar corridas sem falar com o motorista.

Na última segunda-feira, dia 7 de outubro, a empresa Uber anunciou mais uma importante novidade que está chegando ao Brasil. Trata-se de uma nova modalidade ao utilizar o aplicativo de viagens, o Uber Comfort. Ao utilizá-lo, o usuário terá acesso a carros muito mais espaçosos, bem como também poderá optar pela possibilidade de não interagir e conversar com o motorista. Apesar de não ser uma diferença grande no que já vem sendo apresentado pela companhia, já que no caso de não querer falar com o motorista, basta não fazê-lo ou solicitar a tranquilidade, a vantagem da mesma existe. Isso porque é possível selecionar previamente a opção do silêncio já no início da sua viagem.

Para a diretora-geral da Uber aqui no Brasil, utilizando a categoria na prática, a mesma possui sim um propósito legal. Isso porque, conforme ela, muitas pessoas já passaram por situações em que estavam, por exemplo, cansadas após um dia de trabalho, necessitando somente entrar em um carro e ter um pouco de sossego.

Além dessa comodidade que se faz muito importante para um seleto grupo de usuários do app, o Uber Comfort também permite que o ar condicionado seja regulado conforme o gosto do mesmo.

Gostou da ideia? Então, o que é o Uber Comfort mesmo?

De acordo com a Uber, o Uber Comfort é uma categoria nova e disponível para aqueles que já utilizam o app. Como já mencionado, a mesma irá substituir o modelo Select, entrando também na categoria Uber Black. De uma maneira geral, ela terá algumas comodidades extras para o usuário durante a realização das corridas. A principal é a realização de viagens de forma mais tranquila. Ou seja, sem que o passageiro precise conversar com o seu motorista durante o trajeto que irá realizar.

É muito importante lembrar que, para qualificar o veículo de um motorista nesse tipo de categoria, o mesmo precisa atender alguns requisitos, como um veículo mais espaçoso no que diz respeito ao teto e para esticar as suas pernas. Essas qualificações levam em consideração os carros que são utilizados para o UberX.

Além disso, também é importante e necessário que o condutor tenha uma avaliação extremamente positiva no aplicativo. Essa precisa ser igual ou maior a 4,85 pontos. Já os carros precisam ter uma fabricação inferior ou de até cinco anos.

Uber Comfort e as tarifas

Apesar de tanto conforto, a Uber ainda não definiu com rigor a aplicação das tarifas para a modalidade Comfort, sabendo somente que a mesma irá substituir a categoria Select. O lançamento oficial da mesma foi no mês de julho, nos Estados Unidos, ficando as viagens de 20% a 40% mais custosas do que na categoria UberX.

A modalidade veio sendo anunciada como uma novidade para o Canadá e os Estados Unidos exatamente no mês que a Uber completou os seus cinco anos no Brasil. Em números, por aqui o número de usuários já ultrapassa os 2 milhões de usuários que estão ativos. Em relação às viagens, são mais de 2,6 bilhões realizadas. O número de motoristas parceiros é de 600 mil.

Uber Black: tem também!

A Uber também ressaltou que a sua categoria de luxo, a Uber Black, contará com as mesmas funcionalidades que estão presentes na modalidade Comfort. Isso porque a empresa cita que a nova categoria foi exatamente pensada nos usuários que utilizam o app com maior frequência.

Curioso para conhecer o Uber Comfort e para saber a data de quando todas essas novidades chegam por aqui? Então fique ligado, pois o substituto da categoria Select deve começar a funcionar por aqui já no dia 21 de novembro. E, com certeza, a modalidade dará o que falar.

Kellen Kunz

Mudança tenta diminuir o tempo de espera do motorista até a chegada do cliente.

Criada em 2009, a UBER já tem 10 anos de existência. Mas está no Brasil há apenas 5 anos, tendo chegado ao país pelo Rio de Janeiro, em maio de 2014. Chegou a São Paulo em junho de 2014. Nesses mais de 5 anos em operação no país, a UBER já se tornou o meio de transporte mais utilizado por boa parcela da geração dos Millenials (nascidos entre 1980 e 1996). O serviço oferece “caronas” remuneradas por preços mais baixos do que os táxis convencionais.

Taxa extra?

A empresa busca continuamente melhorar a comunicação e a interação entre motoristas e passageiros, dando dicas e promovendo promoções para ambos. Mas uma medida não está agradando muita gente em 2019: uma taxa extra por tempo de espera do motorista.

Do que se trata?

A taxa se trata de uma tentativa de diminuir o tempo que alguns motoristas ficam esperando o passageiro, já que muitos passageiros chamam o UBER e demoram muito para sair de casa, da empresa ou de onde estiverem. O passageiro recebe uma notificação referente à cobrança da taxa quando o tempo de espera se aproxima dos 5 minutos.

Mas a taxa já era cobrada!

Quem mora na cidade de São Paulo sabe que já havia uma taxa fixa de R$ 7 a mais depois de um atraso de cinco minutos. Porém, não estamos falando dessa taxa. Trata-se uma taxa adicional a esses R$ 7, que cobrará por cada minuto que o passageiro demorar para aparecer. Mas ela só começará a ser contada depois de transcorridos os 5 minutos iniciais. Especula-se que o passageiro pagará, depois dos 5 minutos iniciais, uma taxa semelhante ao valor da própria corrida pelos minutos de atraso.

A empresa americana declarou que esse novo modelo deixará as corridas mais dinâmicas e terá potencial até para uma eventual melhora no trânsito em eventos onde muitas pessoas se acumulam chamando táxis e UBER, já que as pessoas tentarão ao máximo evitar pagar essas taxas adicionais. Independentemente dessa taxa, é aconselhável que o passageiro chame o carro somente quando estiver pronto para caminhar até o ponto de encontro, deixando as corridas melhores para as duas partes.

Como funciona no exterior? Exemplo da Austrália

No país dos cangurus a aplicação das taxas de espera funciona um pouco diferente do país do Carnaval.

A partir de 2 de maio de 2018, a UBER aumentou a taxa de espera para o UBER X de 55 centavos de dólar para 60 centavos de dólar. A UBER da Austrália declarou que, com essa medida, esperava que a maioria dos motoristas-parceiros começassem a fazer mais dinheiro como resultado dessa mudança.

Aqui está um exemplo de como o tempo de espera é calculado na Austrália (e pode ser copiado no Brasil):

Cenário: Um motorista-parceiro chega no local de encontro com o passageiro e espera por 3 minutos e 30 segundos até que o passageiro aparece e o motorista pode iniciar a viagem.

O tempo pago começará a acumular com 2 minutos de espera do motorista (no Brasil será 5 minutos).

Depois que a taxa começou a ser contada, passou-se 1 minuto e 30 segundos até a chegada do passageiro. Portanto, o motorista receberá AU$ 0,60 X 2 = AU$ 0,90.

Vamos criar consciência

Ou seja, por apenas 1 minuto e 30 segundos de espera, o passageiro terá que pagar quase um dólar da Austrália a mais. A taxa brasileira será menor, mas é importante ter essa taxa em mente quando estiver pensando em chamar um UBER. Se estiver na empresa, desça até a frente da empresa. Se estiver em casa, ande até a rua antes de clicar em “Solicitar UBER”. Boa viagem!

Por Bruno Rafael da Silva




CONTINUE NAVEGANDO: