Confira aqui as chances de rebaixamento dos times para a Série B após a 32ª rodada do Brasileirão Série A 2019.

O Campeonato Brasileiro está na reta final, com o campeão quase definido e a briga pelo rebaixamento promete incendiar nas últimas rodadas.

Após os jogos do final de semana da rodada 32 do Brasileirão, o Flamengo ficou ainda mais perto do título de campeão brasileiro de 2019, enquanto na parte de baixo da tabela, clubes como Avaí e Chapecoense estão com um pé já na série B de 2020.

Após a derrota por 3 a 0 para o Vasco no último domingo, o CSA também encaminhou o seu rebaixamento para a segunda divisão, antes do jogo as chances de rebaixamento do time alagoano era de 70%, com o fracasso em casa a chance subiu para 90%.

Enquanto o time vascaíno merece uma menção honrosa, por ter saído de uma campanha pífia até a chegada do técnico Vanderlei Luxemburgo, que mudou totalmente o panorama do clube e agora briga por uma vaga na Sul-Americana.

Guerra entre cariocas contra a degola

Botafogo e Fluminense protagonizam há algumas rodadas uma briga intensa contra o rebaixamento, o sobe e desce da tabela é frequente e o Botafogo tem a chance de colocar o seu rival na zona de rebaixamento, caso vença o Avaí nessa segunda-feira.

O clube das laranjeiras apresenta 37% de chance de ser rebaixado, mesmo estando fora da zona de rebaixamento, enquanto o Fogão tem 26% de possibilidade de jogar a temida série B no ano que vem.

A assombração no Ceará

Os cearenses também não tem sossego quando o assunto é segunda divisão, isso porque os seus dois representes, Ceará e Fortaleza também brigam contra o rebaixamento, mas em uma situação mais favorável em relação aos colegas cariocas.

Ceará e Fortaleza têm, respectivamente, 14 e 2 por cento de chances de serem rebaixados.

Rebaixamento de Minas?

De fato o Cruzeiro não teve um ano fácil, devido a tantos escândalos que assombraram o clube durante 2019, e mais uma assombração está rondando a toca da raposa: o rebaixamento.

E esse temor se intensifica, pois o Cruzeiro tem 29% de chances de cair e nunca foi rebaixado a série B em toda sua história, seria mais um fato nada interessante para a história de 98 anos do clube.

O seu rival direto também não está em bons lençóis durante 2019, mas a situação é de longe mais confortável do que a do Cruzeiro. O Atlético Mineiro possui 1% de chance de cair, fato que não assusta muito, pois outros clubes grandes também tem a mesma chance dos atleticanos, como Vasco e Goiás.

Abaixo apresentamos todos os dados dos clubes que ainda possuem alguma chance de disputar a segundona em 2020:

  • Avaí – 99,999%
  • Chapecoense – 99,93%
  • CSA – 90,9%
  • Fluminense – 36,4%
  • Botafogo – 28,6%
  • Cruzeiro – 22,7%
  • Ceará – 18,1%
  • Fortaleza- 2,0%
  • Atlético-MG – 1,0%
  • Vasco da Gama – 0,080%
  • Goiás – 0,064%
  • Bahia – 0,022%

Panorama geral do rebaixamento

Em um cenário geral, podemos praticamente cravar o rebaixamento de Avaí e Chapecoense, até porque os números não mentem e as equipes catarinenses não apresentam melhora expressiva no decorrer do campeonato para mostrar força de reverter o quadro.

O CSA corre por fora, mas é mais um time que não deve escapar da série B do ano que vem, sendo assim, a última impiedosa vaga para a segundona deverá ser disputada entre todos os outros clubes que ainda apresentam chances, podemos citar alguns clubes que estão na lista por mera formalidade e escaparão da degola com facilidade, como Vasco, Goiás e Bahia.

A disputa intensa entre os times cariocas é o que promete render bons capítulos até a última rodada, o Fluminense leva uma leve vantagem em relação a força dos times que enfrentará nesse reta final, enquanto o time de Alberto Valentim pegará adversários mais difíceis.

Tabela dos adversários de cada clube abaixo:

Fluminense

  • Atlético-MG – CASA
  • CSA – FORA
  • Palmeiras – CASA
  • Avaí – FORA
  • Fortaleza – CASA
  • Corinthians – FORA

Botafogo

  • Athletico-PR – FORA
  • Corinthians – CASA
  • Chapecoense – FORA
  • Internacional – CASA
  • Atlético-MG – FORA
  • Ceará – FORA

Enquanto isso o Cruzeiro, terá de suar contra CSA e Avaí, para espantar pra longe a degola. O caminho do time mineiro não é fácil, mas os números favorecem pela probabilidade ser menor do que Flu e Botafogo.

O sobe e desce do Brasileirão 2019 promete não parar até a última rodada e com certeza ainda teremos bons jogos na parte de cima e de baixo da tabela.

Texto de João Pedro Ludgerio

Confira aqui as chances de rebaixamento dos times para a Série C após a 34ª Rodada do Brasileirão Série B 2019.

Em todas as divisões do futebol brasileiro podemos perceber a dificuldade dos times que sobem para uma divisão acima, se manterem lá nos primeiros anos e na Série B não é diferente. O clube do interior do estado de São Paulo, São Bento, é um exemplo claro disso, ficou 34 anos sem disputar a segudona, conseguiu o acesso em 2017, mas ainda enfrenta dificuldades em se manter apenas no seu segundo ano consecutivo na Série B.

O risco de cair para o São Bento está claro na cabeça de todos do clube (97,5%), por isso os dirigentes já começaram a pensar em uma reformulação na estrutura e planejamento do clube para o ano que vem na série C do Campeonato Brasileiro.

Criciúma

No ano em que o Criciúma completa 9 anos que deixou a série C, o time está correndo sérios riscos de rebaixamento, situação que não agrada a torcida, comissão técnica e os dirigentes. Após o acesso a Série B em 2010, a equipe catarinense conseguiu se manter na Série B e chegou a disputar a elite do futebol brasileiro em 2013 e 2014, quando caiu novamente a Série B.

Desde 2015 na Série B novamente, o Tigre não fez campanhas tão boas e não é de hoje que namora o rebaixamento para a Série C novamente.

A missão que tem caráter considerado quase impossível, não é só complicada pelo fator matemático, mas o Tigre também enfrentará equipes duras nas últimas quatro rodadas na caminhada contra o rebaixamento, como o Bragantino, que já garantiu seu acesso a Série A com CINCO rodadas de antecedência.

Vila Nova

Diferente dos seus rivais, o Vila Nova se encontra em situação delicada na Série B do Campeonato Brasileiro, contando com 88,7% de chance de cair para a temida terceirona.

O empate em 0 a 0 com o Operário na trigésima quarta rodada do Brasileirão foi amargo, isso porque o Vila criou chances, teve alto ritmo de jogo, mas não conseguiu tirar o zero do placar no Serra Dourada.

Caso saísse com a vitória, o clube goiano poderia deixar a zona de rebaixamento. Feito que tentará emplacar novamente em casa contra o Guarani de Campinas-SP, na próxima quarta-feira, às 19h15. Os ingressos para a partida estão com condições especiais, vale a pena conferir no site do Vila Nova.

Após o jogo dessa quarta, os próximos confrontos do Vila serão determinantes na busca pela permanência na segunda divisão.

Figueirense

O clube catarinense ocupa a décima sétima colocação no campeonato e entre os quatro últimos é o que apresenta menor chance de ser rebaixado, 65,5%.

Mas mesmo assim, toda atenção é válida, a permanência na Série B seria não só um grande objetivo alcançado pelo Furacão do Estreito, mas como uma coroação para toda a equipe pelo ano difícil que enfrentaram, como atraso de salários, W.O. e problemas financeiros.

A esperança dos torcedores do Figueirense permanece viva até a última rodada do campeonato e o apoio da torcida será fundamental na reta final da competição. A equipe catarinense enfrentará Ponte Preta e CRB fora de casa, e Cuiabá e Operário dentro do Orlando Scarpelli.

Londrina

A equipe do norte do Paraná está com técnico novo e energias renovadas para a busca pela permanência na segunda divisão.

O novo técnico Silvinho já falou em buscar o “título” da permanência, mesmo com alguns problemas visíveis para escalar o time para as próximas rodadas, como o Departamento Médico do clube que está repleto de jogadores importantes para o bom desempenho da equipe.

Com 49,1% de chance de ser rebaixado, o Tubarão acendeu o alerta vermelho até o término da competição, o Londrina é o primeiro time fora da zona do rebaixamento e está sendo ameaçado diretamente pelo Figueirense, primeiro time já na zona de rebaixamento.

Números

Caso o campeonato acabasse hoje, São Bento, Criciúma, Vila Nova e Figueirense disputariam a série C em 2020, como ainda restam algumas rodadas, é possível que a tabela mude e algum time se salve do rebaixamento. São Bento e Criciúma tem praticamente a queda para a terceira divisão decretada, enquanto Vila Nova e Figueirense apresentam sobrevida maior na competição.

Guarani e Oeste têm chances baixíssimas de pleitearem algumas das quatro vagas, os dois clubes tem 1,2% de chance de cair. Enquanto Vitória, Brasil de Pelotas e Ponte Preta possuem menos de 1% de possibilidade de cair.

Confira abaixo os números em lista de cada equipe:

  • São Bento – 97,5%
  • Criciúma – 96,6%
  • Vila Nova-GO – 88,7%
  • Figueirense – 65,5%
  • Londrina – 49,1%
  • Guarani – 1,2%
  • Oeste – 1,2%
  • Vitória – 0,23
  • Brasil de Pelotas – 0,003%
  • Ponte Preta – 0,001%

Acompanhe rodada a rodada a disputa pela permanência na segundona, que promete ser acirrada.

Breno Antonio Paciência

Confira as chances de Libertadores após a 32ª rodada do Brasileirão Série A 2019.

A Copa Libertadores da América de 2020 começa no dia 21 de janeiro. Com o campeonato próximo, os brasileiros já começam a apostar em quais times podem ou não entrar no torneio. Confira agora um pouco sobre o processo de seleção dos times e quais serão os times que vão jogar nessa temporada.

Como são feitas as seleções para a Libertadores?

Primeiramente, é importante entender como funciona esse processo de seleção dos times para a Libertadores da América. A Copa Libertadores da América, ou simplesmente Libertadores, é o campeonato mais importante da América do Sul. É organizada pela CONMEBOL e conta com 10 países, sendo eles Brasil, Argentina, Peru, Venezuela, Colômbia, Bolívia, Chile, Equador, Paraguai e Uruguai. É dessas 10 federações que são selecionados os times que irão disputar a o torneio que dura, em média, 10 meses.

A seleção é feita da seguinte maneira. Cada país tem um torneio nacional, ou mais, e os campeões ou semifinalistas, que venceram o campeonato do ano passado se classificam. Por exemplo, o Brasil tem a Copa do Brasil e o Campeonato Brasileiro. Os times que jogaram nesses torneios e alcançaram uma maior pontuação serão classificados para a Libertadores. Dos outros países, podemos citar o Uruguai, que tem a Liguilla Pré-Libertadores, um campeonato específico para selecionar os times que vão jogar no torneio.

No ano passado, 8 times do Brasil se classificaram para jogar no torneio de 2019. Atlético Paranaense, por ter ganho a Copa Sul Americana de 2018, Cruzeiro, por ter ganho a Copa do Brasil de 2018, Palmeiras, por ter ganho o Campeonato Brasileiro de 2018, Flamengo por ter ganho o segundo lugar do Campeonato Brasileiro, e logo depois, pelos mesmos motivos, Internacional, Grêmio, São Paulo e Atlético Mineiro se classificaram, pela pontuação obtida no Campeonato Brasileiro.

O campeão da Libertadores desse ano ainda não é certo. A final acontecerá no dia 23 de novembro, no Estádio Monumental, em Lima. Nesse dia, jogarão Flamengo e River Plate, um dos times mais fortes da Argentina, principal rival do Brasil no futebol

Chances para o ano seguinte

A temporada de 2019 nem terminou, mas os fanáticos já estão pensando no ano que vem. Há grandes apostas e certezas para a Libertadores 2019. São elas:

  • Atlético Paranaense, que já se classificou por ter ganho a Copa do Brasil em 2019;
  • Flamengo, que já tem a sua vaga garantida, por causa do Brasileirão;
  • Pelmeiras também garante a vaga pelo Campeonato Brasileiro.
  • Santos, também tem 100% de chances de se classificar para a Libertadores 2020, pelo Campeonato Brasileiro;
  • Grêmio tem 99% de chances de se classificar;
  • São Paulo vai ter que lutar um pouco para aumentar suas chances de classificação. A posição na tabela do Brasileirão ainda pode ser tomada por outro time;
  • Internacional também precisa se cuidar. Logo atrás do Tricolor Paulista, o time gaúcho pode perder sua posição também;
  • O Corinthians é o time que mais precisa tomar cuidado. O time, que já foi motivo de piada por não ter ganho a Libertadores, não parece muito perto do troféu desse ano, com apenas 57% de chances de se classificar.

Como a classificação dos times depende o Campeonato Brasileiro, ainda não é possível ter uma comprovação de classificação da maioria desses times. Times que estão depois do terceiro lugar dificilmente conseguirão se classificar, a menos que suem bastante a camisa. Como eles bem sabem, precisam se esforçar nos próximos jogos e lutar para não caír na tabela. Só assim poderão concorrer ao troféu. Times como o São Paulo e o Corinthians contam com uma mínima possibilidade de classificação, pois estão em quinto e sexto, respectivamente. Já que essas são as posições mínimas para jogar na Libertadores, são os que mais devem tomar cuidado.

DAVI GABRIEL SOARES


Confira aqui as chances dos times de subir para a Série A após 33 rodadas do Brasileirão Série B 2019.

O Bragantino é presença garantida na Série A do Brasileirão de 2020, mas na reta final ainda há 9 times na disputa pelas 3 últimas vagas restantes.

De acordo com Tristão Garcia, matemático, a pontuação necessária para ingressar na elite do futebol é 62. O Sport, 2º colocado, têm 98% de chance. O leão do Recife possui atualmente 57 pontos, ou seja, faltam apenas 5 pontos (alcançáveis através de 1 vitória e 2 empates) para atingir a meta.

O Atlético Goianiense e o Coritiba fecham o G-4 e estão um passo à frente na competição pelas vagas de acesso à Série A, com, respectivamente, 71% de chance e 54 pontos e 69% de chance e 53 pontos. Entretanto, o Atlético Goianiense terá 3 jogos diretos (CRB, Paraná e Sport) nas rodadas finais.

Por outro lado, há os seguintes times correndo por fora: Paraná (50 pontos e 26%), América Mineiro (49 pontos e 15%), Operário-PR (48 pontos e 7%), Botafogo-SP (47 pontos e 6%), CRB (47 pontos e 5%) e Cuiabá (47 pontos e 3%). Vale ressaltar que o Paraná, o América Mineiro e o Operário-PR enfrentarão times que estão no Z-4.

2° Sport – 98% de chance (57)

O Sport necessita de apenas 5 pontos para atingir os tão desejados 62. Dessa forma, basta 2 empates e 1 vitória e dois empates. A equipe pernambucana jogará em casa contra 3 times que estão na parte de baixo da colocação e terá dois confrontos diretos fora de casa.

3° Atlético Goianiense – 71% de chance (54)

O Coelho precisa de, no mínimo, 8 pontos para alcançar os 62 e subir de divisão. O Atlético Goianiense enfrentará 3 disputas diretas nas últimas rodadas (CRB, Paraná e Sport). Além disso, jogará fora de casa contra o Oeste e o Brasil de Pelotas.

4° Coritiba – 69% de chance (53)

O Coritiba necessita somar mais 9 pontos para disputar a Série A em 2020. Dessa forma, o Coxa precisará ganhar no mínimo 3 jogos dos 5 restantes. O alviverde terá dois jogos fora de casa, ambos no Rio Grande do Sul (Figueirense e Brasil de Pelotas), dois jogos dentro de casa (Oeste e Bragantino) e encerra sua participação na Série B fora de casa, contra o Vitória.

5° Paraná – 26% de chance (50)

O Paraná precisa ganhar 4 partidas para atingir os 62 pontos. Nas 2 rodadas seguintes, o tricolor da Vila receberá o Vitória e o São Bento. Vencê-los é primordial. Após isso, o Paraná confrontará o Atlético Goianiense fora de casa, diretamente.

6° América Mineiro – 15% de chance (49)

Após a pausa na sequência de vitórias (há 3 partidas sem vencer), o Atlético Mineiro busca retomar a arrancada em 2 jogos fora de casa. O Coelho jogará contra Londrina e Cuiabá. Para voltar para a elite, o América Mineiro necessita de 13 pontos, ou seja, 1 empate e 4 vitórias.

7° Operário-PR – 7% de chance (48)

O Operário-PR necessita de 100% de aproveitamento para alcançar 62 pontos. Um deslize fará a equipe precisar de uma combinação de resultados para que a pontuação de acesso diminua. O clube enfrentará o já promovido Bragantino e Vila Nova, Guarani, Vitória e Figueirense, que estão lutando contra a zona de rebaixamento.

8° Botafogo-SP – 6% de chance (47)

O Botafogo de São Paulo também precisa ser impecável nas últimas rodadas para atingir os 62 pontos. As quatro partidas do clube serão contra as equipes da parte de cima da classificação: Bragantino, Sport, Cuiabá e Paraná.

9° CRB – 5% de chance (47)

O CRB é mais um que necessita de perfeição para chegar a pontuação de acesso. Disputará 3 jogos dentro de casa, entretanto, o clube alagoano possui somente 5 vitórias em 16 confrontos.

10° Cuiabá – 3% de chance (47)

A equipe mato-grossense terá 3 jogos fora de casa (por esse motivo, mesmo tendo a mesma pontuação do Botafogo-SP e do CRB, suas chances são menores). O Cuiabá enfrentará São Bento, Figueirense e Vila Nova, que estão fugindo do rebaixamento, e fará confronto direto contra América Mineiro e Botafogo-SP.

Por: Isabella Proença.

Jogam hoje (08/10) pela série B do Brasileirão, com transmissão do canal Premiere, os times do Atlético Goianiense e do Cuiabá. A partida será realizada a partir das 20h30 e o mandante de campo é o Atlético-GO.

Fazendo uma boa campanha no Brasileirão 2019, o Atlético Goianiense ocupa nesse momento a terceira posição na tabela de classificação, e poderá chegar a vice-liderança se vencer o time do Cuiabá na noite de hoje.

Já o Cuiabá está em uma posição mediana na tabela, com 35 pontos. Possui chances de encostar nos top 8 do campeonato, e talvez, em um segundo momento, poder almejar um G4 (melhores 4 times da competição). Mas isso ainda é apenas um sonho para o time do Mato Grosso. Um passo de cada vez.

Nas últimas 5 partidas, o Atlético-GO teve um desempenho razoável, com 2 vitórias, 2 empates e apenas 1 derrota. Já o Cuiabá não foi tão feliz assim, com 3 derrotas, 1 empate e 1 vitória.

Ganhando hoje o Atlético-GO ultrapassará o Sport, e atingirá gloriosos 48 pontos (6 a menos que o Bragantino-SP, que lidera com facilidade o Campeonato Brasileiro da Série B).O time de Goiás precisa também cuidar com Coritiba e Paraná que estão logo atrás, e já estão em seu retrovisor. Não se pode dar mole.

MAIS DETALHES SOBRE O JOGO ENTRE ATLÉTICO-GO X CUIABÁ:

Local da partida: Estádio Antônio Accioly, em Goiânia (Goiás)

Quando será o jogo? 08/10/2019 (terça)

Qual o horário da partida? 20h30 (horário de Brasília)

Quem apitará a partida? Ramon Abatti Abel (Santa Catarina)

Quais serão os seus auxiliares? Eli Alves Sviderski (Santa Catarina) e Gizeli Casaril (Santa Catarina)

Escalação provável do Atlético Goianiense: Kozlinski; Jonathan, Oliveira, GIlvan e Nicolas; André Castro, Matheus e Jorginho; Mike, Aylon e Rodrigo Rodrigues.

Escalação provável do Cuiabá: Victor Souza; Toty (Léo), Ednei, Hélder Maciel (Anderson Conceição) e Paulinho; Djavan, Marino (Alex Ruan) e Jean Patrick; Lucas Braga, Felipe Marques e Gilmar (Rodolfo).

Jogam hoje, dia 08/10, pela série B do Brasileirão 2019, os times do Criciúma (muito mal colocado na competição) e o Brasil de Pelotas, que se encontra do meio pra baixo na tabela. Ambos os times fazem uma campanha ruim, e tentam renascer das cinzas para que a série C não seja realidade para eles em 2020.

Em particular os times de Santa Catarina estão fazendo campanhas horrorosas, tanto na série A como na série B. Na série A, a desgraça fica por conta do time do Avaí e da Chapecoense, que estão na Z4 (4 times que compõem a zona de rebaixamento). A Chapecoense, em especial, tem grandes chances de ser rebaixada para a série B, que seria um fato histórico para a equipe (já que nunca caiu). Na série B, Criciúma dá as mãos para o Figueirense, para serem enterrados juntos na série C em 2020. Ambos estão na zona de rebaixamento para a terceira divisão.

No jogo de hoje, que será transmitido ao vivo pelo canal Premiere, Criciúma e Brasil de Pelotas tentam apresentar um futebol suficientemente bom para fazerem menos feio. O campeonato já passou de sua metade, e não faz sentido terem jogado tão pouca bola até agora.

Em suas últimas 5 partidas, o Criciúma perdeu 3, empatou 1 e perdeu 1. Já o Brasil de Pelotas foi tão ruim quanto, com apenas 1 vitória, 2 empates e 2 derrotas.

MAIS DETALHES DO JOGO ENTRE CRICIÚMA E BRASIL DE PELOTAS:

Local da partida: Estádio Heriberto Hulse, em Criciúma (Santa Catarina)

Quando? 08/10/2019 (terça)

Qual horário? 20h30 (horário de Brasília)

Quem irá apitar o jogo? Igor Junio Benevenuto de Oliveira (Minas Gerais)

Quais serão os auxiliares do árbitro? Marconi Helbert Vieira (Minas Gerais) e Leonardo Henrique Pereira (Minas Gerais)

Escalação provável do Criciúma: Luiz, Carlos Eduardo, Sandro, Thales e Marlon; Eduardo, Foguinho, Wesley e Daniel Costa; Vinícius e Léo Gamalho

Escalação provável do Brasil de Pelotas: Carlos Eduardo, Ricardo Luz, Leandro Camilo, Bruno Aguiar e Pará; Leandro Leite, Carlos Jatobá, Murilo Rangel e Diogo Oliveira; Rodrigo Alves e Guilherme Queiroz


Hoje tem jogo entre o Vitória x Oeste pelo Campeonato Brasileiro da segunda divisão. O confronto ocorre às 20h30 e o mandante do jogo será o time do Nordeste.

Havia chances desse jogo nem ser realizado, uma vez que o efetivo da Polícia Militar havia anunciado greve na tarde de 08/10.

Este talvez seja o jogo mais sem graça a ser disputado pelo Brasileirão da série B em sua vigésima sétima rodada. Nenhum dos dois times possuem pretensões muito relevantes para o decorrer da competição.

De um lado está o Vitória, localizado exatamente na penúltima posição da tabela de classificação e tem apenas 26 pontos (menos da metade dos pontos do Bragantino SP, que lidera a competição). O Vitória faz uma campanha fracassada este ano e tem chances grandes de cair para a série C para 2020.

E do outro lado está o Oeste, que está na metade da tabela de classificação, com 33 pontos, e pretende se manter por ali pelo menos por enquanto.

Nos últimos 5 jogos, você sabe quantas partidas o Vitória venceu? Nenhuma. Isso mesmo. Foram 3 derrotas e 2 empates. Uma péssima campanha.

Já o Oeste, venceu 3, empatou 1 e perdeu 1, em suas últimas partidas pela competição.

MAIS DETALHES SOBRE O JOGO ENTRE VITÓRIA X OESTE:

Local de realização: Barradão (Estádio do Vitória).

Quando? 08/10/2019 (terça)

Que horas? 20h30 (horário de Brasília)

Escalação do time do Oeste: Luis Carlos; Betinho, Cléber Reis, Êgon e Alyson; Matheus Jussa, Thiaguinho e Elvis; Roberto, Bruno Lopes e Fábio. Técnico: Renan Freitas.

Escalação do time do Vitória: Martín Rodriguez; Van, Everton Sena, Ramon e Carleto; Léo Gomes, Rodrigo Andrade e Lucas Cândido; Felipe Gedoz, Wesley e Caicedo. Técnico: Geninho.

Os times verdes entram em campo hoje pela vigésima sétima rodada do Brasileirão da série B. O jogo ocorre ao vivo pelo canal Premiere a partir das 19h15 desta terça-feira, dia 08/10, e será realizado na capital paranaense.

O Coritiba está no miolo da tabela de classificação, com apenas 37 pontos, entre os times do Paraná Clube (38) e Operário (36), também do mesmo Estado. Para chegar até aí, possui apenas 10 vitórias, enquanto o líder (Bragantino SP) já acumula 16 vitórias em sua coleção e está totalmente isolado na liderança do Campeonato Brasileiro da segunda divisão. Se não vencer hoje, ficará cada vez mais longe de disputar de igual pra igual o G4 (top 4 times) da competição.

Já o Guarani está um pouco mais pra baixo na tabela, mas se vencer o Coxa poderá chegar bem pertinho do time paranaense. Apesar de ter 9 vitórias, tem apenas 32 pontos (perde muito e empata pouco).

No retrospecto das últimas 5 partidas, o destaque fica com o Guarani, que ganhou 4 e empatou 1, não perdendo nenhuma. Certamente aproveitarão essa boa fase para poderem oferecer dificuldades ao time do Coritiba durante esta partida. Quanto ao Coritiba, nas últimas 5 partidas operou um verdadeiro fiasco: perdeu 4 e ganhou apenas 1. Realmente uma campanha bastante aquém a aquilo que os Coxa Brancas gostariam de ver nessa equipe.

MAIS DETALHES DO JOGO ENTRE CORITIBA E GUARANI:

Local de realização: Estádio Couto Pereira, em Curitiba, PR.

Quando? 08/10/2019 (terça)

Que horas? 19h15 (horário de Brasília)

Quem será o árbitro? Adriano Barros Carneiro (Ceará).

E os auxiliares de arbitragem? Nailton Junior de Sousa Oliveira e Eleutério Felipe Marques Junior (Ceará).

Escalação do Coritiba: Alex Muralha, Romercio, Patrick Brey, Diogo Mateus, Sabino, Thiago Lopes, Robson, Matheus Sales, Juan Alano, Rafinha, Nathan.

Escalação do Guarani de Campinas: Klever, Lenon, Luiz Gustavo, Diego Giaretta, Thallyson, Deivid Silva, Felipe Guedes, Arthur, Davo, Filipe Cirne, Michel Douglas.

Jogam ao vivo hoje, e pode ser assistido pelo canal Premiere, dois clubes do mesmo Estado, que possuem campanhas bastante similares no Brasileirão 2019 da série B de futebol. Trata-se do jogo entre Operário (de Ponta Grossa / PR) e Paraná Clube (de Curitiba / PR), que jogam nesta terça-feira, às 19h15, na cidade de Ponta Grossa, localizada cerca de 120 km da capital paranaense.

De um lado está o time do Operário, que nunca subiu para a série A do Campeonato Brasileiro, mas ainda possui esperanças. De outro está o Paraná Clube, que faz um bom tempo que não sabe o gostinho de disputar a primeira divisão do Brasileirão.

O time do Operário possui no momento 36 pontos, e está a 2 pontos do Paraná Clube. Ganhando hoje, ultrapassa o rival e fica mais perto dos times do G4 do Brasileirão da série B. Mesmo com 1 vitória a mais que o Paraná, o Operário perdeu mais (e empatou menos) e por isso está mais pra baixo na tabela.

Já o Paraná, está com 38 pontos, e vem derrapando no campeonato assim como ocorreu em várias outras oportunidades nos anos anteriores da competição. O time simplesmente não sai do lugar.

Em termos de estatísticas, nas últimas 5 partidas, o Operário venceu 1, perdeu 3 e empatou 1, enquanto o Paraná Clube ganhou 1, empatou 3 e perdeu 1.

MAIS DETALHES DO JOGO ENTRE OPERÁRIO E PARANÁ CLUBE:

Local de realização: Estádio do Operário, em Ponta Grossa, PR.

Quando? 08/10/2019 (terça)

Que horas? 19h15 (horário de Brasília)

Quem será o árbitro? Leandro Bizzio Marinho (São Paulo).

E os auxiliares de arbitragem? Daniel Luis Marques (São Paulo) e Gustavo Rodrigues de Oliveira (São Paulo).

Escalação do Operário: Rodrigo Viana; Maílton, Alisson, Rodrigo e Allan Vieira (Julinho); Revson (Fábio), Índio, Cleyton e Marcelo; Felipe Augusto e Lucas Batatinha (Felipe Alves). Técnico: Gerson Gusmão.

Escalação do Paraná Clube: Thiago Rodrigues; Éder Sciola, Rodolfo, Leandro Almeida e Guilherme Santos; Luiz Otávio, Fernando Neto e Vitinho; Judivan, Bruno Rodrigues e Jenison. Técnico: Matheus Costa.


Na noite desta terça-feira, dia 08/10, entram em campo as equipes do Botafogo de Ribeirão Preto, e do Figueirense, da capital de Santa Catarina. O jogo será realizado às 19h15 e pode ser assistido ao vivo através do Canal Premiere.

O time do Botafogo se encontra bem posicionado no campeonato, com 39 pontos, e com uma vitória poderá adentrar ao G4 (times que sobem para a série A do futebol brasileiro). Até agora conta com 11 vitórias, 6 empates e 9 derrotas até a rodada de número 27 do campeonato.

De outro lado está a equipe do Figueirense, que está absolutamente no limbo, em último lugar na série B do Campeonato Brasileiro. Com apenas 23 pontos, só venceu 4 vezes na competição, e tem chances bastante grandes de cair para a série C para 2020. Por falar nisso, de uma forma geral, os times catarinenses estão fazendo campanhas bastantes ruins, inclusive na série A. A Chapecoense, por exemplo, também está em último lugar e possivelmente não mais fará parte da série A no ano de 2020. Para hoje, o time do Figueirense precisa desesperadamente vencer para que consiga ficar um pouco mais perto do penúltimo lugar (Vitória) que também joga hoje contra o Oeste, em casa.

Nas últimas 5 partidas, o Botafogo venceu 3, empatou 1 e perdeu 1. De outro lado, o Figueirense perdeu 4 e empatou 1 (campanha fraca demais).

MAIS DETALHES DO JOGO ENTRE BOTAFOGO SP x FIGUEIRENSE:

Local de realização: Ribeirão Preto / SP (Estádio Santa Cruz)

Quando? 08/10/2019 (terça)

Que horas? 19h15 (horário de Brasília)

Quem será o árbitro? Pathrice Wallace Corrêa Maia (Rio de Janeiro)

E os auxiliares de arbitragem? Daniel do Espirito Santo Parro e Daniel de Oliveira Alves Pereira (Rio de Janeiro)

Escalação do Botafogo de Ribeirão Preto: Darley Torres, Lucas Mendes, Luiz Otávio, Didi e Pará; Pablo, Higor Meritão, Marlon Freitas e Murilo Henrique; Felipe Saraiva (Bruno José) e Bruno Moraes.

Escalação do Figueirense de Florianópolis: Vidotto, Luis Ricardo, Alemão, Ruan Renato e Carlinhos; Patrick, Pereira, Andrigo e Victor Guilherme; Everton Santos e Gustavo Poffo.




CONTINUE NAVEGANDO: