Vacina contra Coronavírus GO 2021 – Quem pode se Vacinar

Categorias: 2021 - Coronavírus - Notícias - Saúde

Confira aqui os principais detalhes sobre a vacinação contra Covid-19 no estado de Goiás.

O estado de Goiás recebeu no início desta semana 183 mil doses da vacina da CoronaVac e o imunizante será distribuído entre várias cidades, sendo que a previsão é de que cerca de 87 mil pessoas sejam imunizadas nos próximos dias, porém, a princípio somente aqueles que pertencem aos grupos prioritários receberão o medicamento.



Pessoas que trabalham em unidades de saúde, na linha de frente no combate desta pandemia, serão as primeiras a serem vacinadas. Segundo o IBGE, a população de Goiás atualmente é de 7.113.540 pessoas, sendo assim, cerca de 1,2% desta população deve ser imunizada nesta primeira etapa. Veja algumas das dúvidas mais comuns:

Quem será vacinado agora: A Secretaria de Estado de Saúde do estado informou que 77 mil profissionais da área de saúde receberão o imunizante, entre eles aqueles que estão no HCamps, Samus, UPAs, prontos-socorros e também motoristas de ambulâncias. Pessoas com mais de 60 anos que se encontram em instituições, indígenas e pessoas com deficiência institucionalizadas também receberão a vacina.

Qual vacina será aplicada agora: a Anvisa já autorizou a distribuição de duas vacinas no território nacional, a CoronaVac que foi desenvolvida pelo Butantan em parceria com a Sinovac e a de Oxford, desenvolvida pelo AstraZeneca em parceria com a FioCruz. Mas neste primeiro momento somente a CoronaVac foi enviada para o estado de Goiás.



Como é feita a distribuição: tendo como base o número de pessoas que receberam vacinas nas campanhas realizadas anteriormente, é possível ter uma ideia de quantas doses seriam necessárias agora. A campanha mais recente foi contra a gripe.

Quando será aplicada a 2ª dose: O estado de Goiás guardará as segundas doses, mas na época indicada pelos cientistas. Tudo indica que esta segunda dose da CoronaVac será ministrada de 14 a 28 dias após a primeira vacinação.

Qual documento apresentar para ser vacinado: por enquanto não adianta ir a postos de saúde ou hospitais porque não é assim que a campanha de vacinação contra a Covid-19 funcionará. Aqueles que fazem parte dos grupos prioritários para receberem o imunizante deverão apresentar algum documento de identidade que tenha foto, além de informar o endereço. Os cidadãos com comorbidades deverão ter em mãos um atestado médico comprovando sua condição, assim provará que está entre aqueles que são prioridades. Aquele profissional da área de saúde que não receber a vacina no local onde trabalhar, precisa ter um crachá, contracheque ou algum outro documento que comprove seu vínculo empregatício.

Quantos já foram vacinados: em breve a Secretaria de Saúde estará divulgando um balanço geral informando quantas pessoas já receberam a vacina contra a Covid-19 em todo estado de Goiás. Mas acessando aqui o site Covid-19 Brasil é possível ter uma ideia de como anda a campanha de vacinação em todo Brasil.

Como as pessoas saberão que devem ir vacinar: nessa primeira etapa é a vacina que irá até as pessoas, ou seja, ninguém precisa sair em busca do imunizante. Aqueles que estão nos grupos de riscos serão procurados e vacinados. Mas cada município tem autonomia para trazer sua meta de vacinação e pode providenciar algumas mudanças se achar necessário.

Como controlar quem já vacinou e quem ainda não recebeu o imunizante: toda pessoa que for vacinada contra a Covid-19 será registrada no Sistema Único de Saúde, assim o governo terá total controle. Esses dados ficam disponíveis no sistema nacional do Ministério da Saúde. Constará o nome de cada pessoa, os documentos dela e qual vacina foi ministrada, assim será possível ter o controle de quando ela deverá receber a segunda dose. O importante agora é a população continuar fazendo sua parte, mantendo o distanciamento social, evitando aglomerações e usar máscara sempre que sair de casa.

Por Russel

Please follow and like us:


Outros Conteúdos Interessantes