CBF define quando irá terminar o Brasileirão 2020

Categorias: Brasileirão 2020 - Futebol - Notícias

A pandemia de covid-19 alterou todas as programações feitas para o ano de 2020. A fim de evitar a transmissão do vírus, que ainda não possui uma vacina pra evitar sua transmissão, a Organização Mundial da Saúde (OMS) recomendou que os países ao redor do mundo que registrassem a presença do vírus entrassem em quarentena, evitando aglomerações e mesmo evitando sair das próprias casas. Com isso, o CBF precisou fazer uma série de adaptações no calendário do Campeonato Brasileiro, competição que envolve cerca de vinte times em cada divisão, e que é tradicionalmente disputado de março a dezembro, em 38 rodadas. Por isso, para manter a competição no mesmo formato, a CBF precisou estender o período de realização do Campeonato Brasileiro 2020, que só acabará em 2021.



Inicialmente com data de início prevista para o primeiro final de semana de maio, a atual edição do Brasileirão começou no dia 09 de agosto, e a última rodada do campeonato está marcada para o dia 24 de fevereiro de 2021, uma quarta-feira. O atraso no fim do campeonato se deve ao fato de a CBF não ter realizado uma mudança no formato da competição, disputada em 38 rodadas, com os vinte times de cada divisão enfrentando-se duas vezes, ao longo de dois turnos, em uma disputa de pontos corridos. Cada partida põe em jogo três pontos, que eram dados ao vencedor, no caso de vitória, e um ponto para cada time, em caso de empate.

Os clubes, em virtude do novo calendário, anteciparam as férias de seus jogadores. Desta forma, as partidas continuarão a ocorrer tanto em dezembro quanto em janeiro, período tradicionalmente de férias para os atletas. O calendário da CBF prevê uma pausa para Natal e Ano Novo, porém nos dias 27 de dezembro e 03 de janeiro partidas estão agendadas.

Com relação às datas Fifa, datas em que ocorre alguma competição organizadas pela Fifa, a CBF previu pausas nas competições, diferentemente do que vinha acontecendo. Porém, o calendário de 2021 não aponta paralisação do Brasileirão, por exemplo, durante o tempo de disputa da Copa América e dos Jogos Olímpicos, decisão que recebeu uma série de críticas de comentaristas esportivos. Dentre as críticas está o fato de clubes cujos atletas sejam convocados para a disputa de ambas as competições citadas acabarem sofrendo com o desfalque de seus principais jogadores.



As Eliminatórias da Copa de 2022 foram mantidas como data Fifa, porém as competições nacionais não seriam paralisadas. O calendário de jogos do futebol brasileiro também tem sido alvo constante de críticas tanto de comentaristas esportivos quanto dos próprios clubes, em virtude do alto número de jogos e das longas viagens exigidas. Clubes da região sul precisam se deslocar até a região nordeste, da mesma forma que clubes da região nordeste necessitam viajar até o sul do Brasil, país de dimensões continentais, o que acarreta em um tempo grande de deslocamento, que precisa ser considerado na preparação dos clubes.

Protocolos de segurança para a volta do futebol

Já na primeira rodada do Campeonato Brasileiro, a partida entre Goiás e São Paulo teve de ser adiada em função de testes positivos de covid-19 no elenco do Goiás. Diante disso, a CBF realizou algumas mudanças no protocolo de segurança contra a covid-19 estabelecido, tais como:

– Todos os 23 jogadores de cada time inscritos para cada partida deverão ser testados;

– O Hospital Israelita Albert Einstein deixou de ter exclusividade na realização dos testes, e os clubes passaram a ter a opção de realizarem a contratação de laboratórios locais. Medida que pretende facilitar a logística e também a divulgação dos testes. A CBF garantirá o reembolso aos clubes do valor dos testes.

– Os clubes mandantes deverão enviar os resultados à CBF até 24 horas antes dos jogos, e os visitantes até 12h.



Outros Conteúdos Interessantes