Novo Plano de Assinatura da Netflix



A Netflix está prestes a lançar um novo modelo de assinatura: uma nova estratégia para aumentar o número de assinantes.

A Netflix, famosa por ser um portal que realiza, sob demanda, a exibição de produções audiovisuais por streaming, ainda está procurando encontrar alternativas e métodos que aumentem a quantidade de indivíduos que assinam o serviço. Umas das chances que a companhia encontrou para angariar mais usuários foi disponibilizar uma versão mais em conta do produto oferecido. Reed Hasting, que é o CEO (Chief Executive Officer) da empresa foi o responsável por confirmar esta informação através de uma entrevista concedida para a Bloomberg.

Hastings ainda que não tenha especificado a maneira exata onde o novo formato de assinatura seria testado, acredita-se que o primeiro continente a contar coma novidade seria a Ásia, isso porque a organização tem aumentado cada vez mais as suas atividades por lá nos últimos anos, porém ainda não conseguiu avançar de maneira rápida nesse objetivo, já que a assinatura da Netflix lá é a que possui o maior valor de todos os serviços deste tipo que são disponibilizados na região. Entretanto, dentro desta lista dos países que a empresa irá realizar os testes com os pacotes novos também inclui o Brasil.



A estratégia mais recente da gigante dos filmes e séries foi a permissão de exibir, de maneira simultânea, quatro telas com transmissão de alta qualidade de imagem.

As opções que são oferecidas pela Netflix nessa estratégia é cobrar valores entre a faixa de R$ 37,90 e R$ 53,90. Entretanto, o portal, até hoje, tinha valores que variavam de R$ 19,90 a R$ 27,90, porém essas possibilidades ainda não são oferecidas para todos os usuários da plataforma.

A assessoria de imprensa da empresa informou que se trata de um teste, que é exibido de forma randômica, tanto para usuários mais antigos, como os novos.



A própria Netflix informou que eles realizam teste de forma contínua para novos recursos e os mesmos frequentemente variam no tempo de duração. Sendo assim a empresa está testando os recursos e os preços um pouco diferentes para que possam entender de maneira melhor como os usuários valorizam este tipo de serviço

Sobre a chance de contratar este tipo de serviço, a organização diz que nem todos os usuários irão visualizar em sua tela este teste e sendo assim, talvez eles não possam oferecer os recursos ou preços específicos.

Os planos novos que foram criados foram batizados de Ultra e Premium. Os anteriores são exibidos como plano básico, o qual permite o usuário a exibir sua programação em uma única tela e o outro é o Padrão, que autoriza o cliente a exibir de maneira simultânea em duas telas.

As vantagens que chegam junto com os novos recursos se trata da resolução da imagem. Ao contratar o serviço Premium o espectador pode assistir aos seus filmes e séries em resolução UltraHD e HD, já o plano Ultra permite visualizar em HDR. Entretanto, é válido lembrar que para fazer uso destas tecnologias, os dispositivos do cliente devem suportá-las.

É possível ver que a concepção da Netflix não é abaixar o preço dos usuários que já fazem uso do serviço, mas é disponibilizar a eles uma versão “alternativa” dos planos, o qual tem menos conteúdos e obviamente terá um valor mais acessível para os espectadores.

Entretanto, na Ásia uns analistas pensam que a melhor forma seria aumentar os valores por lá, baseando-se em uma pesquisa onde apresenta que os clientes elegem o serviço como a plataforma que possui melhores conteúdos e com maior qualidade diante de seus concorrentes.

O fato é que a empresa vem buscando melhorias no serviço, o que será favorável para os usuários de todo o mundo.

Por Filipe Silva

Netflix



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *