Pesquisa Datafolha para Presidente – 2º Turno – 10/10/2018



Confira aqui como está a situação dos candidatos à Presidência nesta primeira pesquisa do 2º turno das Eleições 2018.

Foi divulgado na última quarta-feira, dia 10 de outubro, pelo Datafolha, o resultado oficial da primeira pesquisa realizada pelo instituto sobre as intenções de voto para o segundo turno da eleição presidencial. A pesquisa tem uma margem de erro de 2 pontos, seja para mais ou para menos.

Em se levando em conta os votos válidos, os resultados apresentados foram os seguintes: 58% das intenções de voto para o candidato do PSL, Jair Bolsonaro; e 42% das intenções de voto para o candidato do PT, Fernando Haddad.



Vale lembrar que, para o cálculo de votos válidos, são deixados de lado na amostra os votos brancos, nulos e eleitores que se declaram indecisos. Em relação ao procedimento, esse é o mesmo que é utilizado pela Justiça Eleitoral na divulgação feita para o resultado oficial da eleição.

Para vencer já no primeiro turno, o candidato precisa alcançar, no total, os 50% de votos válidos e mais um voto.

Sendo assim, em votos totais contabilizados, os resultados sugeridos foram os seguintes: 49% para Jair Bolsonaro (PSL); 36% para Fernando Haddad (PT); 8% em nenhum/nulo/ou branco; e 6% que não sabem em quem votar.



Sobre o apoio de candidatos no segundo turno

Também foi levado em conta pelo Datafolha a opinião de entrevistados referente ao apoio dos presidenciáveis que chegaram a disputar o primeiro turno. Ao perguntar sobre o apoio de Marina Silva a um determinado candidato a presidente no segundo turno de eleição, 11% dos participantes disse que poderia levar a escolha do candidato por esse motivo; 11% responderam que isso faria com que o entrevistado não votasse no candidato; 72% seriam indiferentes; e 6% não sabem.

Na mesma pergunta englobando Ciro Gomes, 21% responderam que poderiam escolher determinado candidato se apoiado por Gomes; 11% não votariam no candidato por esse motivo; 63% se mostraram indiferentes; e 4% não sabem.

Já Geraldo Alckmin, em um apoio a um candidato no segundo turno, 14% escolheriam o candidato por esse motivo; 13% não votariam no candidato se apoiado por Alckmin; 69% se mostraram indiferentes; e 4% não sabem opinar.

O momento de decisão de votos

O instituto também perguntou sobre o momento em que foi decidido o voto no primeiro turno das eleições. As respostas foram as seguintes:

Deputado Federal: 45% decidiram pelo menos um mês antes; 11% nos 15 dias anteriores à eleição; 13% na semana anterior; 10% na véspera; e 20% no dia da eleição.

Deputado Estadual: 47% decidiram pelo menos um mês antes; 11% nos 15 dias anteriores à eleição; 13% na semana anterior; 10% na véspera; e 20% no dia da eleição.

Senador: 42% decidiram pelo menos um mês antes; 13% nos 15 dias anteriores à eleição; 13% na semana anterior; 10% na véspera; e 22% no dia da eleição.

Governador: 49% decidiram pelo menos um mês antes; 12% nos 15 dias anteriores à eleição; 12% na semana anterior; 9% na véspera; e 17% no dia da eleição.

Presidente: 63% decidiram pelo menos um mês antes; 10% nos 15 dias anteriores à eleição; 8% na semana anterior; 6% na véspera; e 12% no dia da eleição.

Dados sobre a pesquisa da Datafolha

Com a margem de erro de 2 pontos percentuais tanto para mais como para menos, foram entrevistados na pesquisa da Datafolha um total de 3.235 eleitores de 227 municípios do Brasil. A aplicação da pesquisa foi realizada em 10 de outubro, sob registro no TSE em BR-00214/2018.

O nível de confiança da mesma é de 95%. Isso quer dizer que a probabilidade de que os dados retratem a realidade provável é de 95%, sempre considerando a margem de erro. As contratantes da pesquisa foram os meios de comunicação Folha de São Paulo e a TV Globo.

Kellen Kunz

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *