Eleição 2018 – Data e Horário de Votação – 1º e 2º Turno



Saiba aqui as datas e horários para votação nas Eleições 2018.

Falta pouco para o Brasil eleger um novo presidente e também novos deputados, senadores e governadores. A votação para o primeiro turno será neste domingo, dia 7 de outubro e o segundo turno será dia 28 de outubro. A votação começa às 8 horas e termina às 17 horas, sendo que este ano o governo determinou o adiamento do horário de verão para evitar alguns transtornos.

De acordo com aprovação feita no Congresso e que depois foi sancionada pelo presidente Temer, as eleições este ano serão mais curtas do que nos anos anteriores, tendo 45 dias, enquanto nos pleitos anteriores o tempo era de 3 meses. Vale lembrar que só há segundo turno quando o candidato ao cargo de presidente ou então a governador, que for melhor posicionado no primeiro turno, não consegue ter mais da metade dos votos válidos no país, não sedo levado em consideração os votos nulos e nem os brancos.



Quando for 17 horas, os portões dos locais de votação serão fechados e quem estiver dentro do local poderá ficar tranquilo, pois irá votar sem problema algum, porém, quem chegar atrasado terá sérios problemas já que o horário não será estendido, então a dica é chegar com bastante antecedência e se possível, votar logo pela manhã, assim não terá problemas com atraso. Quem deixar para votar à tarde, deve evitar as últimas horas, pois um ocorrido pode acontecer e aí a situação ficará complicada. Somente pode votar após às 17 horas quem já está dentro do local para votação.

Todos os brasileiros alfabetizados com mais de 18 anos e menos de 70 anos, são obrigados a votar. Para aqueles que têm idade entre 16 e 18 anos, ou mais de 70 anos, o voto é facultativo.

Quem não puder votar, terá até 60 dias, contando a partir do dia da eleição, para justificar seu voto. Caso o voto não seja justificado no prazo estipulado, precisará pedir a GRU – Guia de Recolhimento da União, podendo ser solicitado até mesmo no site do TSE e pagar uma multa no valor de 1,05 real a 3,51 real para cada turno que ficou sem votar e sem justificar, o pagamento pode ser feito em qualquer agência bancária e também nas agências dos Correios ou casas lotéricas.



Para facilitar para o eleitor, é permitido que ele leve uma 'colinha', onde anotará em quem irá votara, sendo que primeiro deve-se escolher o deputado federal, depois o deputado estadual ou distrital, em seguida vota para o primeiro senador, depois o segundo senador, em seguida vota o governador e por fim, no presidente da República. Anote os nomes e números dos seus candidatos, assim votará sem erro.

Evite chegar à sua seção de votação na última hora, vá o quanto antes. Importante também saber onde é seu local de votação, pois muitas pessoas deixam para ver isso no domingo mesmo. No site do Tribunal Superior Eleitoral é possível consultar facilmente, acesse aqui e preencha o formulário informando seu nome corretamente ou o número do título de eleitor, além da data de nascimento e nome da mãe.

É preciso levar um documento de identificação com foto, podendo ser a carteira de identidade, passaporte ou carteira de habilitação. Não é aceita a certidão de nascimento e nem de casamento. Quem teve o título de eleitor cancelado não poderá votar neste domingo e a regularização só poderá ser feita a partir do dia 5 de novembro. No site do TSE, na opção 'Situação Eleitoral', é possível consultar e ver a situação do título de eleitor.

Lembre-se que não é permitido celular e nem qualquer outro tipo de equipamento eletrônico na hora de votar, deixe-os na mesa ou com algum conhecido que esteja aguardando para votar. Importante ressaltar ainda que boca de urna é crime, então deixe para debater sobre política apenas em casa, com os familiares e amigos.

Por Russel

Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *