Documentos Eleições 2018 – O Que Levar para Votar



Saiba aqui o que você pode levar para realizar a Votação nestas Eleições 2018.

Milhões de cidadãos brasileiros se preparam para votar em políticos de diferentes cargos que vão representar e governar o Brasil até 2022. Em uma das eleições mais discutidas e acompanhadas da história do país, muitas pessoas ainda possuem dúvidas de como se vota através de uma urna eletrônica e também quais documentos devem ser apresentados nos dias 07 e 28 de outubro de 2018, datas que representam o primeiro e o segundo turno das eleições nacionais. Se você tem alguma dúvida em um desses pontos ou quer relembrar como é o sistema de votação do país, confira o texto abaixo e se informe.

Quais são os documentos que devem ser levados no momento da votação

Esse texto trás uma série de informações de extrema importância. Pois, pode ajudar muitas pessoas a fazerem o passo a passo referente às eleições de forma correta e sem cometer nenhum equívoco. Dessa forma, os dados vão ser apresentados de forma separada para que não se tenha nenhum tipo de dúvida.



O primeiro ponto se referente aos documentos que o eleitor pode apresentar para a identificação e posteriormente poder votar. A pessoa que estiver apta a participar do processo eleitoral deve levar um dos seguintes documentos:

-Carteira Nacional de Habilitação, a CNH.

-Documento Nacional de Identidade, a DNI.



-Carteira de Trabalho.

-Certificado de Reservista.

-Passaporte.

-Carteira de Identidade.

Muitas pessoas têm dúvidas se é necessário incluir o título de eleitor juntamente com um dos documentos citados acima. O título não vai ser cobrado, entretanto, nele se tem informações para você achar a sua zona eleitoral e seção. Isso faz com que você consiga se localizar muito mais rápido no local em que vota.

Uma segunda alternativa para ter acesso a essas informações que estão no título é o eleitor baixar através de seu smartphone por meio do aplicativo: o “e-Título”. Esse termo se refere ao título apresentado de forma digital. Basta procurar “e-Título” em loja online de seu smartphone e responder questões como: nome do eleitor, data de nascimento, número de inscrição (título de eleitor), nome da mãe e do pai. Depois clicar em acessar. Assim, você terá todas as informações através do seu celular. Lembrando que o celular não pode ser usado no momento da votação, ou seja, quando você começar a digitar os números para escolher os candidatos.

Como eleger os candidatos dessa eleição na urna

Para esta eleição de 2018, os candidatos vão escolher seis representantes. A sequência de políticos que vai aparecer na urna vai ser a seguinte: deputado federal, deputado estadual ou distrital (para os eleitores do Distrito Federal), senador (que neste caso vão ser escolhido dois), governado e por último presidente.

Primeiramente o eleitor vai apresentar o seu documento para um dos mesários para que o mesário confira todas as informações e assim liberar o eleitor para começar a votar. Após isso, o eleitor vai digitar o número do candidato que deseja para cada uma das funções que foi listada acima e para ajudar na identificação, o nome e também a foto dos candidatos vão ser apresentadas na tela. Confira se está tudo certo e depois aperte em confirme (botão verde). Caso de erro aperte em corrige (botão laranja). Ou seja, os indivíduos aptos a participarem desse processo eleitoral vão repetir esse procedimento por seis vezes.

Como são muitos números, o eleitor pode levar um papel com o número escrito dos candidatos. Lembrando mais uma vez que é somente um papel, aparelhos de telefonia móvel não vão ser permitidos. E em caso de falta da eleição, é imprescindível se procurar o cartório eleitoral para normalizar a situação. Para quem desejar anular votar ou votar em branco, os votos não são computados para nenhum candidato. Para qualquer dúvida acesse: http://www.tse.jus.br/.

Isabela Castro.

Related Post



Quer deixar um comentário?

Seu e-mail não será publicado. Campos obrigatórios estão marcados *