Receita libera Pagamento do 2º Lote de Restituição do IRPF 2017

Categoria: Dinheiro, Economia, Notícias 280 0

  

Mais de 1.300.000 contribuintes que devem ser restituídos. Valor total chega a mais de R$ 2,5 bilhões.

Para quem já estava contando os dias, foi liberado nesta segunda, dia 17 do mês de julho, o pagamento das restituições do Imposto de Renda de 2017, referente ao período que vai do ano de 2008 até o ano de 2016. Esse saldo a ser restituído corresponde a declarações que acabaram caindo na malha fina, mas que foram liberadas.

Segundo dados da Receita Federal, serão mais de 1.300.000 contribuintes que devem ser restituídos totalizando um montante de R$ 2,5 bilhões de reais.

Muita gente ainda está com dúvidas em relação a restituição, mas a Receita Federal afirmou que quem tiver o direito a ter valores restituídos terá o direito depositado em uma conta bancária que foi informada na Declaração do Imposto de Renda.

E para quem tem dúvidas se tem ou não algum saldo a receber, é possível verificar através do site da Receita Federal ou ligar para o número 146. Essa informação também pode ser verificada por meio do aplicativo da Receita, o mesmo que foi usado para realizar a declaração.

De acordo com o órgão, as restituições serão realizadas seguindo uma lista de prioritários como pessoas idosas, portadores de deficiências mentais e físicas e contribuintes que sofram de alguma enfermidade grave. Contudo, todos serão restituídos.

O dinheiro a ser recebido será depositado com atualização de juros, com base na Selic, que é a Taxa Básica de Juros.



Se quem deve ser restituído não tiver o seu saldo depositado, a recomendação é de que o contribuinte procure uma agência do Banco do Brasil ou ligue para o telefone 0800-729-0001.

Aqueles contribuintes que na Declaração do Imposto de Renda informaram dados bancários que já não possuem validade, devem procurar uma agência do Banco do Brasil e informar os dados atuais. Para receber o dinheiro é preciso que o contribuinte possua conta bancária que pode ser Corrente ou Poupança.

O dinheiro referente a restituição estará a disposição no banco pelo período de um ano, no caso de contribuintes que possuem dados desatualizados, após esse tempo, para que o contribuinte resgate seu saldo será necessário acessar o site da Receita Federal para resolver a situação.

Nesse sentido, a Receita Federal informa que nesta segunda foi liberado o 1º lote, contudo, estão previstos até dezembro mais cinco lotes.

Sirlene Montes



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário