Passe Livre para Estudantes em SP – Novas Regras

Categoria: Educação, Notícias, Política 174 0

  

Confira aqui o que mudou nas novas regras de Passe Livre para Estudantes em SP.

No último dia 8 de julho, o Diário Oficial publicou as novas regras para uso do passe livre, benefício destinado aos estudantes de baixa renda em São Paulo.

O prefeito João Dória também anunciou através de suas redes sociais a mudança: os estudantes detentores do benefício, agora tem 4 integrações para usar em 2 períodos de 2 horas, ou seja, o estudante têm e duas horas para fazer o trajeto de casa para a escola ou faculdade e da faculdade ou escola para casa, por isso as cotas são cedidas duas vezes ao dia, uma para ir até a instituição de ensino e outra para o trajeto de volta.

Essa regra começa a vigorar no dia 1 de agosto, início do segundo semestre do período letivo. Antes, os estudantes contavam com 24 cotas no mês, podendo passar o bilhete na catraca 8 vezes num período de 24 horas.

Segundo o que foi divulgado nas redes sociais do prefeito, essa medida serve para que o benefício não seja corrompido, uma vez que foi constatado que havia muita gente usando o passe livre para outros fins, que não eram sobre ir e voltar da aula.



Com as novas regras de horário, espera-se que os portadores do benefício passe livre utilizem a gratuidade apenas para o fim para o qual ele foi destinado: dar condições de deslocamento até a instituição de ensino. Sendo assim, o número de cotas aumenta, mas se especifica. Pessoas que usam 5 dias na semana receberão cotas para os 5 dias, enquanto pessoas que frequentam 1 dia de aula, por exemplo, receberão cotas proporcionais.As regras para obtenção do passe livre não mudaram: estudantes de instituições públicas, em cursos do fundamental e médio, tem direito. Estudantes de universidades tem direito desde que comprovem baixa renda (valor estipulado pelo programa). Portadores de algum outro tipo de gratuidade no transporte não podem requerer o passe livre.

Para ter direito, sua instituição de ensino tem que ficar a pelo menos 1 quilômetro de distância da sua residência.

Para solicitar o benefício, é necessário entrar em contato com a SpTrans de sua região, realizando o procedimento destinado a esse fim, com entrega de documentos e etc.

Carolina B.



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário