Pagamento do Pis-Pasep 2017-2018

Categoria: Dinheiro, Notícias 752 0

  

Calendário do pagamento do Pis/Pasep ano base 2016 foi divulgado.

Para quem estava na expectativa da liberação do pagamento do benefício referente ao abono salarial PIS/Pasep, as notícias que chegam são animadoras. É que o calendário 2017/2018 referente ao ano base de 2016 já foi oficialmente publicado.

Segundo o cronograma que foi liberado pelo Governo Federal na última segunda-feira, dia 03 do mês de julho, os pagamentos já estarão liberados para saque a partir do dia 27 desse mesmo mês.

De acordo com dados da Caixa Econômica Federal, mais de 16 bilhões de reais serão disponibilizados para o pagamento do abono salarial do Pis/Pasep 2017 e 2018.

O abono salarial que corresponde ao ano base de 2016 será pago nestes últimos seis meses do ano de 2017 e nos primeiros seis meses de 2018. Dessa forma, ainda este ano terão direito a realizar o saque do benefício, os trabalhadores que nasceram entre os meses de janeiro e junho, já quem nasceu entre julho e dezembro terá o benefício liberado a partir de janeiro de 2018.

De qualquer modo, o trabalhador que não conseguir realizar o saque do benefício na data determinada, poderá fazê-lo até o dia 29 do mês de junho do ano de 2018. Sendo esta a data limite para o recebimento.



Dessa forma, quem tem o direito ao abono salarial e não realizar o saque até essa data perderá o direito ao recebimento. De modo que o saldo restante nos cofres públicos destinado ao pagamento do benefício Pis/Pasep será transferido para o Fundo de Amparo ao Trabalhador, onde será usado em outros serviços voltados ao trabalhador.

Se você ainda tem dúvidas se possui ou não esse direito, o abono salarial do Pis/Pasep 2017 e 2018 é um direito de quem no ano de 2016 trabalhou com carteira registrada pelo período mínimo de 30 dias, recebendo uma remuneração de no máximo dois salários mínimos e que possui inscrição no Programa de Integração Social, o PIS, para quem trabalhou no setor privado, ou no Pasep, para quem trabalhou no setor público.

Quem tem o direito ao benefício deve estar atento ao calendário e procurar realizar o saque no período determinado, utilizando-se do cartão cidadão e de documento de identificação.

Não deixe para a última hora.

Por Sirlene Montes

Dinheiro



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário