Desfiles do Carnaval RJ 2018 podem ser Suspensos pela LIESA

Categoria: Carnaval, Entretenimento, Notícias 82 0

  

Medida se deve ao corte de verbas ofertadas pela Prefeitura do Rio de Janeiro.

Um dos maiores espetáculos da terra pode não acontecer em 2018. Pois, a Liesa – Liga Independente das Escolas de Samba divulgou por meio de nota, que devido aos cortes de verba feito pela prefeitura do Rio de Janeiro, os desfiles das Escolas de Samba do Grupo Especial em 2018 foram suspensos, até o presente momento, já que as entidades sozinhas não teriam condições de arcar com todas as despesas dos desfiles.

A Prefeitura doou uma quantia superior a R$ 20.000.000,00 de reais para a Liesa em 2017. Esse valor era dividido entre as Escolas e as entidades pagavam parte das suas despesas com este valor. A quantia era revertida para comprar materiais, novos instrumentos, pagamento de funcionários, dentre outros. No projeto do Governo, esse valor seria reduzido à metade, pois a outra parte do dinheiro seria destinada para a manutenção de creches da cidade do Rio de Janeiro, já que milhares de crianças são atendidas em mais de 150 unidades espalhadas pelo município.

Todos os anos, muitas cidades brasileiras realizam o Carnaval e muitas contam com a ajuda da Prefeitura. Já que durante os dias da festa do Rei Momo, empregos são gerados e fazem com que o dinheiro circule, ajudando na economia dos municípios. Entretanto, os organizadores das festas há algum tempo já vem reclamando que o valor da verba cada vez diminui mais e assim a realização da festa acaba sendo prejudicada. A festa mais importante de Carnaval realizada no Brasil é feita na cidade do Rio de Janeiro. O município recebe milhões de pessoas durante os quatro dias de folia, gerando assim muito dinheiro na cidade, contribuindo e muito para as arrecadações da cidade. Caso fique selado que os desfiles não aconteçam, o Carnaval na cidade vai perder e muito o seu brilho. Por outro lado, as creches precisam e muito de um valor maior do que recebem atualmente. Precisa-se de um consenso de valores para que ambas as partes não sejam prejudicadas.



A Liga Independente das Escolas de Samba espera agendar para os próximos dias uma reunião com o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella, para que a situação seja resolvida de maneira satisfatória para ambas as partes e para que os desfiles do próximo ano aconteçam sem nenhum problema.

Isabela Castro.



Artigos Relacionados

Deixar um Comentário